• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

A MISSÃO DO MESTRE QUE REENCARNA

A MISSÃO DO MESTRE QUE REENCARNA

Facebooktwitter

PERGUNTA: – Que tipo de apoio vibratório as fraternidades espiritualistas podem propiciar para “auxiliar”, ou ao menos não atrapalhar, o processo técnico de descenso vibratório desses espíritos de escol?
RAMATÍS: – Os Mestres estão cada vez mais perto dos homens, a pedido direto de Jesus. Num esforço planetário, encarnarão em diversas localidades terrestres para despertar os terrícolas para os objetivos superiores da vida imortal. Seguirão o “plano de viagem” previamente traçado de há muito no Espaço: o Evangelho redentor, estatuído com a finalidade de promover a humanidade a sua definitiva condição de fazer parte do Reino de Deus. O planejamento do Governo Oculto da Terra determina que os Enviados que descerão à densidade da carne não falharão; a ausência de assistência privilegiada ou apoio vibratório particularizado provindo da Terra não os fará “derrotados”, pois o sustento na obra redentora que realizarão cimenta-se pela fé ardente e inabalável em favor da humanidade, fruto do mais elevado e inquebrantável amor crístico internalizado.
Quando um Mestre da Luz encarna, vem para cumprir missão adredemente planejada, com esmerada técnica sideral encaminhada pelos Maiorais Sidéreos diretamente a Jesus, e que está muito além da compreensão humana por se tratar de ação redentora coletiva, de amplo espectro de ação planetária, com impacto numa nação, raça, religião ou ciência.

A encarnação de um Mestre de Luz representa enorme sacrifício voluntário. É muito bem programada para a consciência de alta voltagem cósmica se reajustar novamente à limitação da genética humana, como usina elétrica que direciona toda a energia gerada para uma lâmpada.

O processo de descida vibratória à densidade de que há muito havia se libertado é como desacelerar as turbinas geradoras da hidroelétrica gradativamente até acenderem, sem romper, o filamento de uma luminária doméstica; em similitude, apropriam-se novamente de um envoltório perispiritual, de modo a reajustar-se ao metabolismo biológico do futuro corpo carnal. Este processo técnico de graduação, de ajuste à frequência comum do vosso orbe, impõe um esforço sacrificial indescritível, assim como se comprimissem o Himalaia ao tamanho de um cubo de gelo, ou procedessem à contenção de um oceano encerrando-o em um copo.
É fato que antes da reencarnação dos Mestres da Luz, muitos discípulos “avançados” na senda Crística já se encontram reencarnados e reunidos em fraternidades espiritualistas terrícolas. Encontram-se espalhados por todas as nações, executando tarefas específicas recebidas pelas fraternidades do Espaço a que se vinculam, para ajudar a desmistificar e derrubar as barreiras que impedem os seres humanos de descobrirem o Cristo dentro de si mesmos, alcançando maestria individual, para que consigam ajudar a libertação da humanidade de dogmas, fanatismos e fantasias asfixiantes.

Ocorre que alguns discípulos que estão encarnados foram treinados no lado de cá, seguindo o esquema de reencarnação delineado, para serem os pais e mães, na Terra, dos Mestres da Luz, que se preparam para reencarnar em maior número possível neste intrincado ápice da hora chegada. Tal qual alunos comportados que fizeram o dever de casa, podeis contribuir com os pais dos futuros Mestres da Luz, no sentido de que, fortalecendo laços de congraçamento fraternal entre vós, eles “facilitarão” o reencontro, o enlace matrimonial e as delicadas gestações programadas.
Só o exercício do amor minimizará arestas ainda existentes entre vós, independente de nomes, fórmulas, rituais, roteiros e apostilas com que vos organizeis, minimizando as diferenças de rótulos religiosos e doutrinários que exaltam a forma separatista e esquecem-se da união fraternal, assim auxiliando a reencarnação dos Mestres da Luz e criando potente egrégora contra os irmãos das Trevas, que sempre se insurgem contra a luz do Cristo.

MEDIUNIDADE DE TERREIRO.

Facebooktwitter