• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

CAPINANDO A LUZ EM SI MESMO…

CAPINANDO A LUZ EM SI MESMO…

Facebooktwitter

Wagner Borges – www.ippb.org.br
(Texto Postado Originalmente nas Listas Internas do Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB)

Diante da magnitude da Espiritualidade, as pequenas emoções humanas não passam de simples palha a ser incinerada pelo fogo do discernimento.
A profundidade do Amor necessita da profundidade do coração luminoso, também por ressonância.
Diante da Luz Maior, que tudo sabe e a todos compreende, quem será tolo a ponto de tergiversar espiritualmente?
Depois de tantas chances de crescimento desperdiçadas, quem será tolo a ponto de eriçar a crista de sua arrogância diante do Alto?
Cada coração é conhecido pelo Todo*.
Cada pensamento gerado pela mente flutua pelo oceano mental da existência.
Cada sentimento têm a sua correspondência secreta.
Diante do Eterno, cada Ser é um livro aberto.
Portanto, é necessária grande clareza de consciência na senda espiritual e humana.

* * *

Quem ama, que seja digno (a) do Amor.
Quem quer mais Luz, que já seja Luz.
Quem quer adentrar as portas do templo espiritual, precisa ter a coragem de vencer a si mesmo.
Nos Jardins do Alto não há pragas (emoções pesadas) e nem ervas daninhas (mediocridades e fantasias descabidas) grassando…
E quem descobre isso, faz com que o jardim de seu próprio coração seja limpo de mágoas e melindres.
Capinar em si mesmo é preciso… com clareza. Com caráter de Luz.
Quem é verdadeiramente da Luz, compreende.
E capina, capina, e capina…

– Os Iniciados** –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)

– Nota de Wagner Borges:
Esses apontamentos me foram passados extrafisicamente por um dos mentores do Grupo dos Iniciados. Ele me disse isso e eu voltei para o corpo***, e em seguida anotei tudo.
E agora estou disponibilizando esses escritos em aberto, e torço para que também inspirem algo legal a todos vocês.
Quem sabe o que eles podem dizer ao coração, na sintonia espiritual correta?
Então, que cada um observe o que sente, e veja por onde a inspiração chega e para onde ela os leva… e, nisso, quem sabe novas possibilidades de melhoria se abram à frente?
O lance é sempre de sintonia. E cada um faz a sua… e recebe de volta o que projetou, por ressonância espiritual.

– Notas do Texto:
* O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
Quando se afirma que o Todo é o Grande Hierofante, é no sentido de que Ele é o Supremo iniciador de todos os seres, pois está em tudo!
** Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente. Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.
* Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica – inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico – Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual – autores cristãos.
** Enquanto eu passava essas linhas a limpo, rolava aqui no meu som a linda música “I Believe”, cantada magistralmente pelo tenor britânico Russel Watson. Então, para quem quiser aprecia-la também, deixo, na sequência, o seu link no Youtube.
Russel Watson – “I Believe” –

Obs.: Ao final desses escritos, não resisto e deixo um lindo texto de Huberto Rohden como um acréscimo para reflexão de todos.

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *