• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

Convergências Ramatís, Kardec e André Luiz

Convergências Ramatís, Kardec e André Luiz

Facebooktwitter

Criamos esta nova seção (ou categoria) para postar estudos e pesquisas bibliográficas de textos de Ramatís em convergência com Allan Kardec e André Luiz psicografado por Chico Xavier.

Em verdade, sabemos que não há qualquer divergência entre Ramatís – Kardec / André Luiz, antes que algum obsessor de má fé use tal falácia.

O que desejamos e fazer é um paralelo entre todas as obras de Ramatís e seus diversos médiuns e as obras de Kardec e André Luiz, ou seja, um estudo Espírita comparado e metódico. Eu sei que Ramatís não se limitou ao Espiritismo e foi muito além, o expandiu, o transcendeu, o ampliou, mas não vem ao caso agora.

Os critérios são somente bibliográficos, deve-se citar o nome da obra, o médium, o capítulo e a página, também a edição de Ramatís e citá-la explicitamente. Em seguida cita-se com mesmo método, Kardec e/ou André Luiz, citando todos os dados.

Ao fim o autor da pesquisa identifica-se e posta seus comentários, sua visão pessoal. Me envia pelo formulário do site www.ramatis.org, eu analiso e posto com os devidos créditos. Dou-me o direito a edições, caso discorde não publico, simples assim!

Dessa forma fica uma coisa viável, leve, simples e rápida.  Peço, dessa forma, ajuda a todos que gostam de Ramatís e possam contribuir para tais postagens, eu sozinho não dou conta. Imagine você que hoje, 05/06/2014 fiquei a manhã inteira escrevendo de 8 as 12 horas ininterruptamente um único texto, na verdade foi um estudo. Tive que consultar alguns dados também, mas imagine, o cidadão tem que ser rico para ficar sem trabalhar e poder gerar conhecimento (que os vampiros sempre acham que deve ser de graça) já que não produzem mesmo nada a não ser críticas, ou seja, são cupins do espiritismo.

Você pode simplesmente iniciar (ou reler) um livro de Ramatis que você gosta e ir anotando e marcando. Mas acho fundamental ler antes letra a letra pelo menos 2 ou 3 obras de Kardec, a começar pelo Livro dos Espíritos, base fundamental do Espiritismo. Pode ser difícil para quem está iniciando, mas para quem conhece, fazer uma releitura será um estudo, um prazer. E imagine que legal fazer isto em um grupo com 2 ou 5 contribuindo, lendo em voz alta, comentando, dando impressões, alternando com as obras de Kardec.

Torna-se um estudo comparado da mais alta valia. Eu pensei em fazer isto, mas eu teria que ser milionário, não trabalhar e ainda contratar 2 secretárias, 1 informata e mais 4 pesquisadores de suporte – não dá! Eu comecei estudando assim numa garagem lendo livros em voz alta, comentando e aprendendo com quem tinha mais experiência. Se você reúne o grupo em sua sala ou garagem uma vez por semana debatendo pontos e já tendo lido trechos no decorrer da semana, vai ver que tem um rendimento inesperado e incrível.

Se tiver a fim orem, se tiverem a fim façam práticas bioenergéticas, troquem passes entre si mesmos e caiam dentro. Vocês acreditam que há grupos que fazem isto apenas para refutação de doutrina e artigos alheios que eles discordam? Pois é, tem gente que soma para tentar combater, por que não nos reunimos para somar?

E fica uma coisa sem ritual, sem hierarquia, sem aquela m… de “tenho 50 anos de Centro Espírita”, todo mundo igual, trabalhando juntos e produzindo. Uns conhecem mais, vão render mais, outros menos, alguns não sabem nada, ficam ouvindo, fazendo perguntas e aprendendo.

É o sistema mais simples, eficiente e humano que conheço.

Estou aqui no www.ramatis.org esperando vocês,

Abraços,

Dalton

Facebooktwitter