• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

Desencarne de Adolf Hitler contado por Chico Xavier

Desencarne de Adolf Hitler contado por Chico Xavier

Facebooktwitter

Desencarne de Adolf Hitler

(1.000 anos em regime de solitária, e nem é pelo que fez, veja porque)

O texto abaixo é da autoria de Geraldo Lemos Neto baseado em suas conversas com Chico Xavier.
(…) Perguntei ao Chico sobre Hitler. Onde estaria o espírito de Hitler ?

Chico então me contou uma história muito interessante. Segundo ele, imediatamente após a sua desencarnação, o espírito de Hitler recebeu das Altas Esferas uma sentença de ficar 1.000 anos terrestres em regime de solitária numa prisão espiritual situada no planeta Plutão.

Chico explicou-me que esta providência foi necessária não somente pelo aspecto da pena que se lhe imputara aos erros clamorosos, mas também em função da Misericórdia Celeste em protegê-los da horda de milhões de almas vingativas que não o haviam perdoado os deslizes lamentáveis.

Durante este período de 10 séculos em absoluta solidão ele seria chamado a meditar mais profundamente sobre os enganos cometidos e então teria nova chance de recomeçar na estrada evolutiva.

Quando o espírito de Gandhi desencarnou, e ascendeu aos Planos Mais Altos da Terra pela iluminação natural de sua bondade característica, ao saber do triste destino do algoz da humanidade na II Grande Guerra Mundial, solicitou uma audiência com Jesus Cristo, o Governador Espiritual da Terra, e pediu ao Cristo a possibilidade de guiar o espírito de Hitler para o Bem, o Amor e a Verdade.

Sensibilizado pelo sacrifício de Gandhi, Nosso Senhor autorizou-o na difícil tarefa e desde então temos Gandhi como dos poucos que se aproximam do espírito de Hitler com compaixão e amor…

Impressionado perguntei ao Chico:
Então Chico, o Planeta Plutão é um planeta penitenciária ?

E ele me respondeu:
É sim, Geraldinho.

Em nosso Sistema Solar, temos penitenciárias espirituais em Plutão, em Mercúrio e na nossa Lua terrena. Eu soube por exemplo que o espírito de Lampião está preso na Lua.

É por isso que alguns astronautas que lá pisaram, sentindo talvez um frio na alma, voltaram à Terra meio desorientados e tristes.
Soube de um até que se tornou religioso depois de estar por lá !

Como vemos o nosso Chico era capaz de desvendar muitos mistérios em torno daorganização da vida mais além !
E com que simplicidade e naturalidade ele nos falava dessas coisas.”

DOMINGOS YEZZI RESPONDE 

Domingos Yezzi responde:

“Dentro do meu conhecimento direto com os seres de outros planetas, sim realmente o Chico tem razão em relação a algumas humanidades muito evoluídas técnicamente e pouco espiritualmente.

Mas, aqueles seres mais evoluídos espiritualmente exercem uma espécie de controle sobre aqueles outros menos espiritualizados, razão pela qual, essas entradas fortuitas daqueles seres em busca de experimentações aqui na terra têm sido reduzidas quase a zero.

Só não estão zerada totalmente, pois o Céu no nosso planeta é vasto tanto quanto o fundo dos oceanos e mesmo que os positivos almejassem, não conseguiriam impedir completamente a ação daqueles, pois temos entre nós, reencarnados elementos cuja sintonia mental se assimila à deles e abrem campo para a atração daqueles entre nós.

Quando muito agora, fazem com os animais infelizmente, mas, como você sabe, nós mesmos não respeitamos nossos animais dando assim uma especie de liberdade, ou um canal, para vinda daqueles que também acham que tudo podem e não têm que dar satisfação a ninguém!

“Quanto a Plutão, realmente é um planeta altamente avançado técnicamente mas de expiação e para lá seguirão os “jõios” que serão descascados aqui na Terra nos próximos acontecimentos.

Desconheço essa sobre o Hitler, mas, coincidentemente ou não, no meu primeiro livro eu narro a reencarnação de Gandi lá em Plutão, na décadas de 60/70 seculo passado e o nome dele agora é KLERKUR.

A missão dele foi exatamente essa de levar àquela humanidade mais mansidão, espiritualidade, objetidade moral, educação e à moralidade. Junto com ele foi o Espirito do grande Chopin cuja missão foi a de implantar a música naquele planeta destituído dessa dádiva que temos aqui na Terra.

O nome dele lá hoje é VALLISS II, e logo em 29 de Maio de 1977 ele mandou sua primeira musica com letra em língua putuniana para minha filha Regianne, veja páginas 49/50, por ela ter sido sua famosa companheira aqui na Terra.

Eu tive a oportunidade de acompanhar toda a conversação entre as entidades superiores e essas duas no momento da escolha deles, as quais concordaram prontamente em seguir.

Levaram vários meses os preparativos para viagem dele em espirito, que depois foi concluída com total aprovação de todos inclusive com o dirigente geral de Plutão, o nosso querido amigo comandante GLONK.

Hoje, ambos estão com mais ou menos 41 anos de idade das nossas e em plena atuação, com grandes progressos. Portanto, há grandes coincidências e o Chico poderia se mostrar informado,mas tinha humildade

em sua missão religiosa e mensageira

Facebooktwitter