• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

DIAS DE INICIAÇÃO – MOMENTOS ESPECIAIS DA ALMA

DIAS DE INICIAÇÃO – MOMENTOS ESPECIAIS DA ALMA

Facebooktwitter

(Quando Morre o Orgulho e Surge a Compreensão Serena e Real)

Wagner Borges – www.ippb.org.br

Há coisas que são decisivas na evolução.
Há decisões e passos que definem jornadas de vida.
E a maneira como lidamos com isso pode acrescentar algo, ou não.
Discernimento aliado com sentimentos reais ilumina a consciência.
Às vezes, até mesmo o choro limpo e verdadeiro é capaz disso.
É sempre bom falar com a voz do coração em cada palavra.
Para que elas tenham o selo da Luz! Para que estejam em harmonia com a vida.
Encontros, desencontros e reencontros fazem parte do crescimento humano.
O importante é como reagimos e determinamos as causas que guiam nossos rumos.
Toda causa gera seu efeito correspondente – na Terra ou no Invisível.
Apego, birra, mágoa e teimosia fazem muito mal para o discernimento.
Em contrapartida, mente aberta e coração generoso fazem muito bem.
O perdão dá mais luz ao Ser, e é porta aberta para novas asceses evolutivas.
A verdade, sem máscaras ou esquemas ilusórios, é o melhor remédio!
Levantar os véus do ego é o cerne das iniciações sérias.
Um passo à frente na trilha muda muitas coisas… Sempre para melhor.
Tergiversar no caminho é perigoso. É como negar a si mesmo a entrada da Luz.
Há dias que são de iniciação, e que determinam repercussões…
Algumas delas, sutis.
Nestes dias, que são especiais, o Ser é testado seriamente.
São dias de consecução!
Por onde o Ser escolher seguir, presenças extrafísicas compatíveis seguirão junto… isso é lei da vida.
A cada um segundo suas obras. Causas geram efeitos…
Grandes desobsessões são realizadas silenciosamente em dias assim.
Tudo depende do que o Ser apresenta diante das provas e como faz sua trilha.
Levantar o véu das ilusões não é difícil. Complicado é ver a verdade de frente.
Pois, quando a Luz revela o olho espiritual, o Ser chora de coração aberto.
Porém, se suas lágrimas forem luminosas, serão redentoras e iniciáticas.
Todo iniciado já passou por isso e já chorou muito em silêncio.
Sim, há dias de iniciação. São secretos. Determinam escolhas e companhias.
Quem compreende isto, abre o coração e se entrega ao Todo.
Nestes momentos, só a prece dá forças ao Ser, para aguentar a força da Luz.
E ninguém de fora poderá compreender tal condição. É dentro do Ser.
Sim, o iniciado se segura nas Mãos do Ancião dos Dias, para vencer suas provas.
Sabe que, sem Ele, tudo fica pobre. Por isso, ora com respeito e Amor.
Toda transformação demanda tempo e esforço… das trevas para a Luz.
O processo é dentro do Ser, seu verdadeiro templo. É alquimia interior.
Um passo à frente na trilha… reencontro com a Luz e novas aberturas.
Tergiversação na entrada do caminho… choque nos muros de si mesmo.
A verdade é que cada um dá o que tem dentro de si mesmo.
Quem quer mais Luz, que busque a Luz!
Quem ama realmente, sabe: o Todo* está em tudo!

P.S.:
Vivemos em meio a um mar de ilusões e, para fazermos a longa travessia de mais uma vida por aqui e chegarmos ao porto do equilíbrio da consciência plena, precisamos de uma embarcação forte e blindada com o discernimento. Além disso, sem Amor e Alegria, nossa travessia se torna bem complicada.
Nossos rumos são determinados por nossas escolhas. E essas, são filhas de nossos pensamentos, sentimentos e energias.
A nau viva em que navegamos possui a cor do que somos.
Somos capitães de nossas vidas!
Para onde vamos, depende do que somos e pensamos.
A qualidade do que sentimos, depende do Amor que cultivamos e do calor que imprimimos em nossos corações.
A qualidade de nossas energias reflete bem o que está dentro de nós.
Por onde formos, sempre estaremos em companhia de nós mesmos, pois somos eternos. Como ensinava o sábio Mikhael Aivanhov, “somos o futuro de nós mesmos”.
Então, para estarmos em boa companhia em tempos futuros, basta melhorarmos no momento presente.
Somos o nosso sonho mais lindo. Então, vamos realizá-lo!
Somos mais do que imaginamos e sequer temos noção do potencial sideral que carregamos em nossos corações. E não estamos aqui por acaso!
Mesmo navegando num mar revolto e cheio de perigos, podemos acender nossas luzes e perfurar as brumas de Maya (ilusão).
Podemos fazer uma travessia mais linda e consciente.
Podemos vencer as marés cármicas, navegando pela vida com sabedoria e contentamento…
(Que, mesmo que ninguém entenda os motivos, sejamos felizes, só por estarmos vivos, aqui e agora.
Que jamais sejamos traidores de nossos sonhos mais lindos!
Que jamais envergonhemos a trilha espiritual por onde andamos e aprendemos tanto.
Que o amor seja o nosso mestre!
Que a luz seja nossa companheira! Que despertemos!
E que saibamos valorizar as pessoas queridas, as oportunidades de estudo e trabalho espiritual, as companhias verdadeiras – físicas e extrafísicas -, os toques conscienciais que nos fazem crescer, os lugares que amamos, e os nossos sentimentos verdadeiros, aqueles que a mente não entende, mas que o coração compreende.
Possamos, simplesmente, SER!
Ter é circunstancial. Mas SER é fundamental).

Paz e Luz.

– Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

– Notas:
* O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *