• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

Ideias Espirituais

Ideias Espirituais

Facebooktwitter

Por Wagner Borges

Que as essências da PAZ despertem as pessoas de seu sono consciencial e lhes dê o influxo espiritual necessário para a dissolução de seus dramas. As ideias espirituais estão aí, veiculadas de maneira positiva, saudável e alegre. Elas podem ser revestidas de formas de expressão diferentes (em sânscrito, latim, grego, páli, português, espanhol, francês, inglês ou chinês), mas continuam sendo idéias espirituais. São ideias amigas das consciências trabalhadoras, pois ajudam-nas na transcendência de si mesmas, rumo ao âmago da espiritualidade e da sabedoria.

Portanto, que além das formas de expressão, as pessoas percebam o perfume sutil das ideias espirituais renovando seus parâmetros conscienciais. Que, além do jogo infantil das ilusões, os trabalhadores espirituais percebam o mais importante: TUDO É LUZ E A CONSCIÊNCIA É IMORTAL!
Que além da pobre percepção dos toscos sentidos materiais, possa existir no coração espiritual das pessoas o firme propósito de vencer a inércia espiritual e o baixo nível de lucidez apresentado na vivência cotidiana.
E que além de qualquer convencionalismo ou dependência psicofísica, as pessoas possam viajar no bojo das ideias espirituais, com o intuito de se desprender dos grilhões da mediocridade e dos apelos egocêntricos.
* * *
Além, muito além das discussões teóricas e dos atritos emocionais tão característicos das consciências imaturas, há um plano onde as ideias espirituais se manifestam com todo o esplendor. É o plano da consciência cósmica, onde as próprias energias são a expressão do AMOR SUTIL, que é fonte vital de todos. Ali, as ideias não têm forma, são apenas intuição pura e conhecimento universal (AMOR, LUCIDEZ e BRILHO).
O espaço e o tempo não “tocam” esse plano de pura consciência. Quando nos referimos ao plano, ou ao lugar de manifestação, isso é mera forma de expressão didática, pois é impossível definir ou configurar a essência pura da maneira como os intelectos humanos a compreendem.
Levando isso em consideração, que os pesquisadores e estudantes de temas espirituais rechacem as atitudes insensatas de seus estudos e também de suas vivências humanas.
Para a correta conexão espiritual com o plano da consciência pura, há que se abster das posturas egocêntricas e da ânsia pela “pirotecnia fenomenológica”, tão em voga nos meios sensacionalistas.
O trabalho de sutilização da consciência demanda tempo e esforço contínuo. É tarefa pessoal, pois a essência é interna. A finalidade das ideias espirituais é criar uma ressonância perfeita da consciência com os seus melhores potenciais latentes (verdadeiros tesouros espirituais ocultos pelo véu da ignorância).
O plano da consciência pura não está dentro e nem fora de cada um. Não é um lugar, é um estado de consciência.
Que os estudantes meditem nisso e removam as mazelas emocionais de seus objetivos.
* * *
Além, muito além… o plano da conciência pura os chama ao entendimento das leis superiores que governam a existência. NÃO TITUBEIEM!
Lutem tenazmente contra a “curriola” dos pensamentos negativos e não se deixem levar pelos climas lúgubres implantados em suas mentes pelos tormentosos agentes das trevas conscienciais.
Ouçam o chamado do Alto em suas consciências e extirpem os tentáculos do ego de suas aspirações.
Paz e Luz.
 – Ramatís e Os Iniciados*  –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Texto extraído do livro “Viagem Espiritual – Vol. III – Editora Universalista – 1998.)
– Nota de Wagner Borges: Logo após eu haver recebido este texto, surgiu no ambiente um dos espíritos chineses da equipe extrafísica do Tao-Chi** e disse-me o seguinte: “Limpe os olhos, tome um banho, areje os pensamentos, refresque a mente,
ative os chacras, manipule as bioenergias, pacifique as emoções, estude mais, e sorria bastante. Não espere entendimento ou reconhecimento de ninguém. Aja por amor e sintonize o seu viver à casa celestial do TAO, além, muito além dos nove mundos siderais, na morada do AMOR PURO, onde as ideias espirituais se encontram.”
– Notas:
* Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.
** Tao-Chi: Equipe extrafísica de amparadores ligados à atmosfera espiritual do Taoísmo. Originalmente eram duas equipes: a equipe Tao e a equipe Chi. Posteriormente, as duas equipes se fundiram numa só: Tao-Chi.
Esse grupo me passa ensinamentos oriundos do Taoísmo adaptados à realidade ocidental e aos estudos espirituais modernos, notadamente sobre as projeções da consciência – experiências fora do corpo -, e os estudos de Bioenergia.
São exímios manipuladores de energia e ajudam a muitos projetores extrafísicos.
Obs.: Tao – do chinês – “O Caminho”; “a essência de tudo”; “O Todo”.
Na verdade, o TAO não pode ser descrito ou explicado por palavras humanas. Por isso, deixo a cargo do sábio Lao-Tzé uma explicação mais apropriada:
“Há algo natural e perfeito, existente antes de Céu e Terra.
Imóvel e insondável, permanece só e sem modificação.
Está em toda parte e nunca se esgota.
Pode-se considerá-lo a Mãe de tudo.
Não conhecendo seu nome, chamo-o TAO.
Obrigado a dar-lhe um nome, o chamaria Transcendente.”
– Lao Tzé – in “Tao Te Ching” – China; Século VI a.C.
Obs.: Chi – do chinês – força vital, energia.
Dentro dos ensinamentos taoístas, a força vital é polarizada na natureza das coisas em dois aspectos fenomênicos: o Yin e o Yang, as alternâncias do Chi, as polaridades da energia.
Facebooktwitter