• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

MAGIA NEGRA E BATUQUE FUNCIONAM MESMO?

MAGIA NEGRA E BATUQUE FUNCIONAM MESMO?

Facebooktwitter

Sim, mas precisamos entender porque em algumas pessoas pega e em outras não.
Vamos criar na nossa mente, uma linha de vidas passadas reta, e enumere de trás pra frente, vida passada 1, vida passada 2, etc…
Digamos que na vida passada 7 você procurou os recursos de uma bruxa para ter o amor de alguém comprometido, e a magia funcionou, ele largou a companheira e ficou com você.
Você ficou então com aquele debito pendente que um dia será cobrado.
Hoje você encontra o mesmo amor, tenta ficar com ele, mas uma outra mulher (á que ele largou no passado para ficar contigo) faz um batuque para você, e ele some…, aí você quita o debito cármico com seu sofrimento.
A Magia Negra ou o Feitiço, Batuque só pega em quem deve para LEI CARMICA.
Magias, e demais questões carmicas só funcionam se tiver uma finalidade, cobrança carmica.
Muitas pessoas atribuem isso como se fosse culpa das religiões Africanas que proliferam, esquecendo que havia Magia desde o início dos tempos.
Nas pinturas rupestres dos homens das cavernas, pintar o animal alvo de suas caçadas já era um tipo de magia, que nada mais é do que a MANIPULAÇÃO DE ENERGIAS.
E vamos ver essa mesma Magia fazer parte de todas as civilizações, a Africana é a mais moderna para nós, fora do Continente Africano.
O único problema com as religiões atuais é que grande número de kiumbas, hoje se passam por Exus, e ai todo mundo rotula a magia Africana como do Mal. PAIS DE SANTO QUE NOMEIAM KIUMBAS COMO EXUS É QUE É O PROBLEMA.
Não existe bem ou Mal em Magia, existe respeitar a Lei ou não.
A Lei do Carma, nos ensina a regra máxima, não faça ao seu próximo o que não gostaria que fizesse a si mesmo. Pois tudo tem retorno, AÇÃO E REAÇÃO.
Por isso ao desmanchar uma magia, precisamos buscar a vida passada que originou isso, trazer o corpo Astral dos envolvidos e trata-los, ou continuará indefinidamente.
O problema não está no Hoje, nas implicâncias gratuitas, nos casamentos desfeitos, na perda de emprego, ou nas doenças inexplicadas, mas na origem no Passado de tudo isso, não somos vítimas nunca.
O Mal que lhe acomete hoje, é ação redentora de Causa e Efeito.
E se vingar fazendo algo na magia para pessoa com a “desculpa de só estar se defendendo”, é o que move muitas casas de religião Africanas hoje infelizmente, há como se defender sem atacar.
E o que acontece com aquele que tem a chance de fazer propiciado pelo carma?
Como a moça que se apaixonou por seu marido?
Ela tem o direito de lhe roubar ele com magia?
Tem, mas não deveria… pois fazendo isso não é melhor do que você foi no passado.
Complicado de entender, mas vamos pensar:
Um colega seu de trabalho lhe puxa o tapete várias vezes, e um dia você tem a chance de fazer o mesmo, a escolha é sua, se fizer é igual a ele, mas se não fizer mostrou ter melhor caráter. Será chamado de burro pelos outros, mas acabou a guerra.
Está na bíblia “ Porque todos os que lançarem mão da espada à espada morrerão” (Mt 26.52)”
Então tente seguir sem murmurar, quase impossível, mas devemos tentar.
Se negamos a existência dos trabalhos feitos, estaremos negando a existência da Lei do Carma.
E quem se manifesta á cumprir o mandato de fazer magia negra?
Aqueles que são a mão esquerda do Cristo, velhos bruxos escorraçados de suas cidades incompreendidos e hoje reencarnados com mediunidade ( são os Pais de Santo, que sujam a sagrada religião Africana com as maldades que cometem..), espíritos perdidos de mulheres com mortes violentas por seus amantes, pessoas que morreram alvos de magia, todos esses se enraivecem se viram contra Deus e FAZEM JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS, no filme “Nosso Lar” aparece uma cena em que André Luiz visita sua família e encontra a Esposa já casada com outro e pensa em se vingar, desce ao Umbral, mas se arrepende volta fluidifica a água e o homem se cura.
O ímpeto da vingança faz parte de nós, mas devemos saber combate-lo.
Até conseguimos se for algo contra nós, mas se fizerem para nossos filhos, ficamos cegos de ódio, será nosso filho inocente???
Já diziam os sábios aquele que vence o outro é um forte, mas aquele que vence á si mesmo é um herói.
DEISE MARA ZANINI

Facebooktwitter