• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

MAIS REFLEXÕES CONSCIENCIAIS, NA LATA…

MAIS REFLEXÕES CONSCIENCIAIS, NA LATA…

Facebooktwitter

Por Wagner Borges – www.ippb.org.br
(Toques Para um Estudante Espiritualista)

Amigo, não queira ser mestre, não.
Basta ser você mesmo…
Melhorando a cada dia.

E não se engane, não.
Nem sempre você acertará!
Mas, tente assim mesmo.

Muitos lhe dirão que perdão é fraqueza.
Que nada! É fortaleza.
Só quem é forte de caráter é que perdoa.

Odiar é fácil. É só se deixar levar…
Só que isso drena a luz do coração.
E faz o Ser ficar pequeno e apagado.

Crescer não é fácil. Dá um trabalhão!
Mas tem gente que entorna o caldo…
E, aí, samba feio nas passarelas cármicas*.

Muitos querem ter uma aura de santidade.
Mas, são gente igual à gente.
Nascem, vivem e caem fora… sem pedestal algum.

O espírito é imortal. E só uma vida é muito pouco…
Por isso, é necessário entrar e sair da carne, muitas vezes.
Até aprender o que for preciso.

A vida continua…
E ninguém cresce da noite para o dia.
Na Terra, ou no Astral, é preciso crescer.

– Companhia do Amor** –
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)

– Notas:
* Cármicas – do sânscrito, karma – ação, causa – toda ação gera uma reação correspondente; toda causa gera o seu efeito correspondente. A esse mecanismo universal os hindus chamaram carma. Suas repercussões na vida dos seres e seus atos podem ser denominados de consequências cármicas.
** A Companhia do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem-humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor. Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.
Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver os livros “Companhia do Amor – A Turma dos Poetas em Flor – Volumes 1 e 2” – Edição independente – Wagner Borges, e sua coluna no site do IPPB (que é uma das seções mais visitadas no site): http://www.ippb.org.br/textos/companhia-do-amor
Obs.: Enquanto eu passava esses escritos a limpo, rolava aqui no meu som uma linda versão do tecladista inglês Rick Wakeman para a clássica “Summertime”, do músico americano George Gershwin. Então, deixo, na sequência, o seu link no Youtube.
Rick Wakeman – “Summertime” –
https://www.youtube.com/watch?v=WEn_Wbj5vzA&list=RDMMWEn_Wbj5vzA

Aproveite e leia também:

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *