• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

Mensagens aleatórias colhida nos livros de Ramatís

Mensagens aleatórias colhida nos livros de Ramatís

Facebooktwitter

Devido à grande diferença vibratória existente entre o espírito livre no Espaço, e quando encarnado, o homem não dispõe corretamente de toda a sua memória perispiritual durante a estadia na vida física. Ele só pressente em si certas evocações longínquas, que o advertem desta ou daquela tarefa e missão na carne, espécie de acontecimento apenas fruto da imaginação! Ademais, tratando-se de um espírito humilde, pois é consciente de sua realidade espiritual, seria ele o último a considerar-se predestinado para o cargo mais elevado do país. Quem já se decidiu definitivamente pelo “mundo do Cristo”, é muito difícil deixar-se fascinar pelo “reino de César”!
No entanto, a hierarquia superior não obriga nenhum espírito, por mais lúcido e capacitado, a cumprir qualquer tarefa sacrificial assumida antes de encarnar-se. Aliás, o próprio Jesus, num momento de inenarrável angústia espiritual, chegou a clamar ao Senhor para “afastar-lhe o cálice da amargura”! Ademais, a Terra ainda é um planeta primário, instável, sujeito a catástrofes mais imprevistas, como inundações, secas, vulcões, calor e frio extremos, furacões, terremotos e espécie de vasta redoma de vírus patogênicos responsáveis por todas as doenças provenientes de qualquer imprudência humana. A sua humanidade é constituída por espíritos rebeldes, belicosos, ciumentos, cruéis, vândalos, avaros, viciados no fumo, álcool e carnívoros, eróticos e sexualmente desbragados, subversivos e neuróticos sob o estigma do entorpecente, o que leva ao fracasso as tarefas e os labores messiânicos dos instrutores mais abnegados!
É um mundo mais expiativo do que venturoso, cujas lições severas e dolorosas mal conseguem despertar os primeiros vislumbres da consciência espiritual. São raros os espíritos que na Terra vivem integralmente o período de vida física determinado pelos seus próprios ascendentes biológicos, pois eles se consomem prematuramente pela alimentação deficiente ou imprópria, abusam da medicação tóxica e dos sedativos deprimentes, embriagam-se de álcool e sufocam-se de fumo, e ainda agravam-se pelos descontroles emotivos e escravidão às paixões destruidoras! Na excêntrica condição de “suicidas à prestação”, eles diminuem a vivência física através da negligência e rebeldia espiritual! mais credenciado da equipe é então encaminhado para preencher a fuga ou o recuo imprevisto, dando prosseguimento ao mesmo esquema espiritual!

Livro: A Vida Humana e o Espírito Imortal- Ramatis/Psicografado por Hercilio Maes

Facebooktwitter