• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

MINHA AMIGA, ESTRELA PRÂNICA*

MINHA AMIGA, ESTRELA PRÂNICA*

Facebooktwitter

Por Wagner Borges – www.ippb.org.br
(Uma Homenagem a Quem me Guia na Senda…)

Amiga, eu fui até você?
Ou foi você que veio até o meu lar?
Ou será que ambos estávamos no Coração do Todo?
Pois, ali, todos os lugares são um só!
Ou, é só o UM em tudo…
E tudo dentro do Todo**.

Me diga: “esse contentamento sereno é seu ou meu”?
Ou, em nós dois canta o mesmo Amor?
Ou, é o Amor que têm a nós dois?
Ou é o Todo fazendo o Amor acontecer em nós?
Sei lá, as palavras dizem tão pouco…
E o que se sente é tão grande, e não se explica.

O Profundo, O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo…
Nomes e nomes, todos relativos, que não definem o Absoluto.
Me diga: “o Amor Que Ama Sem Nome é de algum lugar”?
Como algum templo dos homens poderia conter o Senhor de todos os espaços?
Palavras, palavras… qual delas pode explicar o incomensurável?

Ah, Minha Amiga, o samadhi*** é a expansão da minha mente no universo?
Ou é a Mente do Todo que expande o universo em minha mente?
Sei lá… aqui ou lá, lá ou aqui, tudo UM!
E eu cada vez menor diante do Grande Amor.
Me diga: “o céu é lá em cima mesmo”?
Ou é nos corações que fazem o Bem sem olhar a quem?

Eu sonho com você?
Ou é você que me chama para o despertar?
Enquanto eu respiro, aspiro a sua Luz?
Respiração (res-pyr-ar é viver), e aspiração (as-pyr-ar é crescer).
Palavras, palavras… e o Todo em tudo!

P.S.:
Minha Amiga, Estrela Prânica…
Que me guia na senda, dentro e fora do corpo.
E que sempre me diz:
“Vive, aprende, ama, trabalha, ri e segue, sem esmorecer…
Até alcançar a meta!”
Ah, Minha Amiga, me diga mais:
“Como aguentar um Grande Amor passando por nosso pequeno coração”?

(Dedicado a Presença Espiritual Secreta que colocou a Estrela Prânica pairando sobre o meu olho espiritual e o meu coração.)

Gratidão.
Paz e Luz.

Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 12 de maio de 2017.

– Notas:
* Estrela Prânica – do sânscrito, prana – a força vital; a energia – no contexto iogue é a estrela espiritual, manifestação do plano divino.
Obs.: Para melhor compreensão dos leitores sobre isso, sugiro a leitura desses dois textos:
– “Na Luz de Krishna – O Amor em Ação”:
http://www.ippb.org.br/textos/textos-periodicos/1454-na-luz-de-krishna-o-amor-em-acao
– “A Canção das Estrelas-Bebês”:
http://www.ippb.org.br/textos/textos-periodicos/435-a-cancao-das-estrelas-bebes
** O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
* Samadhi – do sânscrito – expansão da consciência; estado de consciência cósmica.
Obs.: Enquanto eu passava esses escritos a limpo, rolava aqui no meu som a linda música “The Gathering”, do multi-instrumentista inglês Medwyn Goodall. Então, deixo, na sequência, o seu link no Youtube.
Medwyn Goodall – “The Gathering” –

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.