• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

MOKSHA – NA SENDA DO ESCLARECIMENTO CONSCIENCIAL

MOKSHA – NA SENDA DO ESCLARECIMENTO CONSCIENCIAL

Facebooktwitter

MOKSHA – NA SENDA DO ESCLARECIMENTO CONSCIENCIAL

(Toques Conscienciais dos Iniciados Espirituais) Wagner Borges

Não há outro templo senão aquele do próprio coração espiritual. E se alguém não estiver bem consigo mesmo(a), não estará confortável psiquicamente em lugar algum. Muitas vezes, para disfarçar o incômodo de dentro delas mesmas, às pessoas mergulham fundo no trabalho – ou em atividades que as façam esquecer-se do vazio interior. Contudo, o desconforto dentro delas persiste…

Porque questões afetivas mal resolvidas e autosabotagens variadas não desaparecem com o engodo externo das coisas do mundo. As feridas psíquicas não saram com as tramóias engendradas pelo próprio ego, que sempre olha para fora, temeroso de aprofundar-se nas áreas internas de si mesmo. Essa é uma das doenças da humanidade: o vazio espiritual. E, porisso, a dor acicata os habitantes terrícolas (por vezes, em seu corpo denso; e, outras vezes, no âmago do seu próprio Ser). Urge que o chamado interno seja ouvido e atendido! E que a Luz do discernimento erradique a ignorância e o obscurantismo consciencial. * * *

Nenhum templo espiritual é fora, pois o Eterno habita a casa secreta do coração detodos os seres. E quem quiser erradicar os seus conflitos psíquicos, que se posicione claramente quanto a isso – e não titubeie no trato com as questões que envolvem o equilíbrio de sua consciência. Que não renegue a Luz em si mesmo e tenha forças para erradicar as atitudes tacanhas de sua jornada… Que nunca se esqueça de que é um espírito eterno jornadeando pelos diversos planos de manifestação da vida universal. Que suas emoções destrambelhadas não mais bloqueiem às vibracões miríficas do verdadeiro Amor em seu coração.

Que não haja fraqueza diante dos engodos e seduções que enxameiam no mundo dos homens sem consciência. Que tenha a coragem de vencer a si mesmo. Que o vazio interior seja preenchido de lucidez e serenidade – e, em seu lugar, desponte a Luz da consciência cósmica. O templo espiritual não é fora – e toda ascese evolutiva é realizada dentro do próprio Ser, que é a morada do Eterno. P.S.: Não é fora, é dentro! É tarefa interna e intransferível.

Não depende de terceiros. É fruto do próprio esforço. Não depende de reconhecimento externo. O despertar da consciência não é espalhafatoso… É Amor e lucidez serena.

É Paz e Luz. (Desejamos a todos os leitores mais um ano de labuta saudável pelo despertar da consciência – e que o Alto abençoe a ascese evolutiva de cada um.) – Ramatís e Os Iniciados** –

(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 01 de janeiro de 2013.) – Notas: * Moksha – do sânscrito – libertação espiritual. ** Ramatís – sábio mentor espiritual.

Para mais informações sobre ele, basta acessar o seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6557&Itemid=269 Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente. Composto por amparadores hindus, chineses,egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos doOcidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem. Obs.: Enquanto eu passava a limpo essas linhas, lembrei-me de um texto antigo dos Iniciados, que, penso eu, encaixaperfeitamente nesses apontamentos de hoje. Então, estou postando-o na sequência.

Facebooktwitter