• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

NO ÁTRIO DO LAR-CORAÇÃO

NO ÁTRIO DO LAR-CORAÇÃO

Facebooktwitter

Por Wagner Borges – www.ippb.org.br

(Rindo com Krishna nas Ondas do Darma)

Você veio e bateu na porta do meu coração, e me perguntou:
– Tem alguém aí?
E eu respondi: – Tem, sim.
Então, você riu e me fez outra pergunta:
– Tem certeza?
E, aí, fui eu que ri, enquanto abria a porta…
E a brisa do céu entrou junto com você em meu lar.
Em seguida, você me abraçou e encheu minha aura de Luz…
E fez os meus chacras* se transformarem em pequenos sóis.
Rindo, você me falou de Darma**, e me questionou:
– “Como anda o trabalho? Firme nas lides espirituais e humanas?
Contente com a sua visita, eu ri novamente, e respondi:
– Trabalho é o que não falta… é só ralação e assistência espiritual.
Mas eu estou feliz assim, faz parte da senda. E com você aqui, tudo melhora.
Então, você olhou para o Rama, e disse:
– Esse lindo amiguinho de quatro patas*** é seu parceiro de Darma!
Não é à toa que ele tem esse nome… é lealdade incondicional.
Sabe?… Certas presenças chegam na vida de alguém por um propósito maior.
Compreenda: algumas coisas são presentes do Eterno na jornada do homem.
Me diga, você continua rindo muito? Tem viajado nas músicas que tanto ama?”
Ah, você me fitou com esse olhar cheio de estrelas e eu, tímido, emudeci.
Dentro de mim, as energias dançavam nas ondas de um Grande Amor.
E eu fiquei quedado entre o seu infinito e o meu momento…
Então, você novamente riu e se foi… num clarão espiritual.
E eu fiquei aqui, com a sua energia nos meus chacras e estrelas nos olhos.
Eu sei que você é bem ocupado e não podia ficar mais…
Certas coisas são presentes, como você mesmo disse.
E você ter batido na porta do meu coração foi um desses presentes.
Assim como a presença do Rama, as músicas lindas, e a chance de servir à Luz.

P.S.:
Ah, Krishna**, você novamente veio e a alegria do céu veio junto.
E, agora, as estrelas dançam dentro dos meus chacras…
Enquanto eu estendo as minhas mãos e irradio Luz para o mundo.
Eu penso em você… e a assistência espiritual rola macia e invisível.
Eu sei do poder silencioso do Amor viajando por entre os planos…
E também sei que você pode tocar espiritualmente a outros.
Sim, batendo na porta de seus corações e levando magnificência e paz.
Quem sabe, talvez, através desses escritos?… Em Espírito e Verdade!
(Eu estou cada vez menor diante de um Grande Amor.)

Krishna, obrigado, mais uma vez.
Paz e Luz.

– Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 7 de dezembro de 2017.

– Notas:
* Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia – prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete, que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico. Ver o texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, no seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/bioenergia/chacras-e-cura-psiquica-ii
(E, para mais informações detalhadas sobre bioenergia, aura e chacras, ver a seção específica no site do IPPB, no seguinte link: http://www.ippb.org.br/bioenergia).
** Darma – do sânscrito, dharma – dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o Bem comum.
* Rama é um cãozinho da raça Yorkshire Terrier, de cor escura mesclada com tons claros, atualmente com oito anos de idade. O seu nome é uma homenagem a Rama, um dos maiores avatares da tradição hindu.
Ver o texto “Rama – Um Presentinho da Natureza – IV”, postado nesse link: http://www.ippb.org.br/textos/textos-periodicos/1440-rama-um-presentinho-da-natureza-iv
Obs.: Rama – na cosmogonia hinduísta, é o sétimo avatar de Vishnu, o Divino Presevador da Vida. Sua história é contada no épico “O Ramayana”. Ao longo dos séculos, muitos iogues e iniciados tomaram o seu nome em homenagem as suas qualidades, como honra, Amor, generosidade, firmeza de caráter e serviço à Luz.
** Krishna – na cosmogonia hinduísta, é considerado o maior dos avatares divinos; ou seja, o divino feito homem, para regeneração da Luz entre os homens. Assim como Jesus é a grande referência de Amor para os cristãos, Krishna é a grande referência de Amor para os hindus.
Obs.: Enquanto eu passava a limpo essas linhas, rolava aqui no meu som a linda canção “Be”, do vocalista americano Neil Diamond (da trilha sonora do clássico “Fernão Capelo Gaivota”, de autoria de Richard Bach). Então, deixo, na sequência, o seu link no Youtube.
Neil Diamond:
– “Be” – https://www.youtube.com/watch?v=lobx3lKcijY

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *