• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

O AMOR MAIOR ESTÁ AÍ… – III*

O AMOR MAIOR ESTÁ AÍ… – III*

Facebooktwitter

    (E Abraça em Silêncio)

O Amor não tem fronteiras.

         Não é branco, vermelho, negro ou amarelo.

         É Amor. E só sabe amar…

O Amor não é alto ou baixo, nem macho ou fêmea.

Não é brasileiro, europeu, americano, chinês ou australiano.

É Amor. E mora no coração…

O Amor não pertence a nenhuma religião.

Não é cristão, hindu, judeu, budista, muçulmano ou espiritualista.

É Amor. E não vê barreiras nos filhos da Vida.

O Amor não faz chantagens.

Não destrói nem degrada o Ser.

É Amor. E jamais renega o Bem.

O Amor não é juiz de nada.

E, diante do mal, vibra mais Luz.

É Amor. E não concebe a vingança.

O Amor abraça em silêncio…

E, mesmo que ninguém veja, ele assim faz.

É Amor. E sua missão é essa.

O Amor é tudo de bom.

E não importa por onde Ele siga…

É Amor. E em todos os lugares Ele levará a Paz.

 

O Amor não é algo da mente – nem do ego.

E só é compreendido pelo coração.

É Amor. E transforma a dor em Luz.

O Amor não pode ser abatido pela morte.

Porque ele segue com o espírito, algures…

É Amor. E está em todos os planos da Vida.

 

O Amor não é pai ou mãe, filho ou primo.

É parceiro do coração – de todos.

É Amor. E jamais será enterrado em canto algum.

 

O Amor é a essência vital – a centelha do Eterno.

Sem Ele, tudo fica opaco e sem motivo.

É Amor. E quando o corpo cai, Ele faz o espírito voar…

 

O Amor não tem preço.

Por isso, ninguém pode comprá-lo.

É Amor. E só quem ama é que sabe…

 

O Amor não tem idade.

Nem segue política alguma.

É Amor. E os seus motivos são misteriosos.

 

O Amor não conhece intrigas.

Porque Ele ilumina a jornada e cala o ego.

É Amor. E coisas ruins não vêm d’Ele.

 

O Amor floresce, mesmo quando os homens choram.

E só Ele enxugará suas lágrimas.

É Amor. E Ele os curará.

 

O Amor é o criador das lindas canções.

Porque Ele sopra a inspiração ao coração…

É Amor. E Ele é o motivo delas.

 

O Amor é o médico da alma.

Porque só Ele faz compreender algumas coisas…

É Amor. E não se faz de rogado: ama mesmo!

 

O Amor conhece o coração dos poetas.

Por isso, joga a poesia dentro deles.

É Amor. E fala com eles – em espírito e inspiração.

 

O Amor não se explica…

Só se sente.

É Amor. E mais não sei dizer.

 

P.S.:

Eu me sentei aqui, porque simplesmente me deu vontade de escrever algo.

         Mas eu não sabia sobre o que… Até que vi um amigo espiritual.

         Então, alguma coisa acendeu aqui, bem dentro do meu coração.

         E, junto, veio aquele Amor, que não se explica, só se sente.

         E eu fiquei esperando, mas ele riu e me disse:

         “É com você mesmo, garoto. Eu só estou aqui para visitá-lo.

         É só você escutar o seu coração, e ele o guiará, mais uma vez.

         Porque a linguagem do Eterno é a da Luz – de espírito a espírito.

         Então, apenas escute e, com honra e integridade, escreva…

         Enquanto isso, eu velarei por você, como irmão de senda espiritual.

         E, mais além, outros velarão também… Em nome da Luz.

         E, velando acima de todos nós, o Todo, o nosso Grande Amor**.

         É isso, garoto. Faça o plano do espírito virar letras entre os homens…

         Viaje com o Todo na aventura de escrever. Com Paz e Luz.”

         Ah, ele disse isso e me deixou com a responsabilidade de escrever algo…

         E eu fiz esses escritos, que você, caro leitor, agora lê.

         O Amor é! E mais não sei dizer.

 

         (Dedicado ao amigo espiritual*** que me fez escrever essas linhas e que está aqui comigo, agora mesmo, me dizendo, em espírito: “Como você mesmo escreveu, o Amor abraça a todos, em silêncio, e o mundo não O vê. E nos momentos difíceis, quando os homens se abalam diante do aguilhão da dor e da morte, Ele os abraça mais ainda. E faz isso tanto na Terra quanto no plano espiritual. Sim, Ele abraça os homens e os espíritos. Porque essa é a missão que o Todo lhe deu. E o Amor só sabe fazer isso: amar, amar, e amar…”)

 

         Paz e Luz.

 

– Wagner Borges – grato ao Todo, por tudo.

São Paulo, 26 de julho de 2011.

– Notas:

* As duas primeiras partes desse texto estão postadas no site do IPPB –www.ippb.org.br -, e podem ser acessadas no seguinte endereço específico:http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10328:1083-o-amor-maior-esta-ai–ii&catid=31:periodicos&Itemid=57    

** O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-Lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.

*** Esse amigo extrafísico não quer nenhuma divulgação sobre sua presença. Seguindo a tradição dos iniciados espirituais, ele trabalha no anonimato e se considera somente um eterno aprendiz do Todo. Com ele, aprendi que contentamento é um estado de consciência e não depende de injunções externas. E rico é quem serve a Luz, e não ao próprio ego. Oxalá ele apareça mais vezes, para inspirar mais coisas boas. E que eu seja digno de ancorar suas vibrações espirituais aqui no plano físico.

 

Facebooktwitter