• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

QUANDO EU PENSO EM KRISHNA*…

QUANDO EU PENSO EM KRISHNA*…

Facebooktwitter

Por Wagner Borges – www.ippb.org.br
(Um Fim de Tarde com Pó de Estrelas)

É fim de tarde…
E eu penso em Você.
Então, o Amor vem, naturalmente…
E eu começo a rir.
Pensar em Você faz isso…
Me faz melhor.
Aprendi isso com os rishis**…
Que também pensavam em Você.
Ah, eles falavam de Você com tanto Amor…
E diziam, “pensar n´Ele faz tudo melhorar!”
É fim de tarde…
E a cidade grande pulsa.
Em meu coração, é o Seu Tempo…
E nos meus chacras*** também!
Ah, Govinda! Que Amor é esse?…
Que faz o infinito caber no meu coração.
Lá fora, o crepúsculo chama a noite…
Aqui dentro, o Amor chama a Luz.
E eu sinto o sopro vital do universo…
Trazendo o pó de estrelas nos meus olhos.
Ah, Gopala! Que doçura é essa?…
Que me faz abraçar invisivelmente à humanidade toda.
E essa música, que ecoa de estrela em estrela?…
E que sinto ecoar dentro de todos os seres e coisas.
E esse Ser meu, que, agora, é Seu?…
Que escreve através de mim.
Ah, Krishna! Os rishis estavam certos…
Pensar em Você melhora tudo.
É fim de tarde…
E eu nem sei mais o que dizer.

P.S.:
Krishna, abençoe essas linhas…
Para que outros corações também sintam esse Amor.
Para que seus olhos se encham de pó de estelas.
Para que eles se sintam fortalecidos em suas jornadas.
Para que eles não se sintam sozinhos.
Para que eles se lembrem de sua verdadeira natureza.
Para que eles prossigam com Paz e Luz.

(Krishna, a cidade grande pulsa e eu continuo pensando em Você, ainda bem.)

– Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 24 de novembro de 2017.

– Notas:
* Krishna – na cosmogonia hinduísta, é considerado o maior dos avatares divinos; ou seja, o divino feito homem, para regeneração da Luz entre os homens. Assim como Jesus é a grande referência de Amor para os cristãos, Krishna é a grande referência de Amor para os hindus.
Obs.: Govinda e Gopala – do sânscrito – são epítetos de Krishna, considerado como o “Pastorzinho divino”, que tangencia os seres na direção da Bem-Aventurança (ananda) e da consciência cósmica (o samadhi, a expansão da consciência, muitas vezes associada ao despontar da aurora dissolvendo as trevas – o ego – e fazendo a atmosfera dançar na luz).
Govinda e Gopala também são considerados como mantras de dissolução de climas psicofísicos densos. Trazem alegria e espantam as confusões e equívocos.
** Rishis – do sânscrito – sábios espirituais; mestres da velha Índia; mentores dos Upanishads.
* Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e têm como função principal a absorção de energia – prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete, que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.,Ver o texto “Chacras e Cura Psíquica – II”, no seguinte link do site do IPPB: http://www.ippb.org.br/bioenergia/chacras-e-cura-psiquica-ii
(E, para mais informações detalhadas sobre bioenergia, aura e chacras, ver a seção específica no site do IPPB, no seguinte link: http://www.ippb.org.br/bioenergia).
Obs.: Enquanto eu passava a limpo essas linhas, rolava aqui no meu som uma linda versão do Maha Mantra, da vocalista americana Donna de Lory. Então, deixo, na sequência, o seu link no Youtube.
Donna De Lory – “Hare Krishna” – https://www.youtube.com/watch?v=xW1G1N_Zr3E

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *