• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

Ramatís causa polêmica no espiritismo?

Ramatís causa polêmica no espiritismo?

Facebooktwitter

Eu li na internet num local que escreveu assim …”Ramatís é um espírito que causa certa polêmica no espiritismo”… e não poderia ser uma frase mais irreal.

Ramatís causa informação sóbria, lúcida e madura dentro e fora do espiritismo, e a polêmica proveniente do “espiritismo” por algum / qualquer motivo é responsabilidade dos mesmos, geralmente perseguidores anti-fraternos de espíritos e médiuns que não se submetem a seus julgamentos amorais condenatórios. Costumam também fazerem lavagem cerebral através de manipulação intelectual dizendo quais livros e filmes podem e quais não podem. São como Padres Quevedos do espiritismo.

Criticam a religião católica que considera o papa infalível e se comportam como donos da verdade infalíveis, quais papas do espiritismo. Criticam Waldo Vieira por ter “criado” a “verdade relativa de ponta” e agem como donos e senhores absolutos da verdade absoluta de ponta. Dizem que espiritismo é ciência, mas nem sabem o que é ciência e nem contribuem para mesma, afinal “tal ciência” só servirá enquanto endossar seus dogmas pessoais e grupais, pois quando começar a ameaçá-las, será também como “coisa do demônio”.

Ao invés de combaterem os Quevedos, combaterem os céticos, combaterem a perseguição evangélica aos espíritas, preferem combater (e destruir se possível) os irmãos mais próximos e mais afins.

Eu digo com todas as letras: SÃO OBSESSORES ENCARNADOS sem qualquer flexibilidade no coração.

Se juntarmos todos os “intelectuais” espíritas numa sala para debaterem absolutamente apenas os 5 livros fundamentais de Kardec, eles irão não apenas discordar, mas irão brigar entre si, pois isso é característica dos intransigentes, dos donos da verdade, dos anti-fraternos em qualquer meio, instância, hora ou local, muito pior se for no ceticismo ou na religião.

Esses mesmos pseudo-espíritas se se deparassem com uma encarnação de Kardec e de Jesus, colocariam de forma rápida os dois numa única fogueira por não serem médiuns, espíritos, espíritas confiáveis e por deturparem a tal doutrina.

 

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.