• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

ESTRELANANDA

ESTRELANANDA

Facebooktwitter

ESTRELANANDA* – ALÉM DO QUE OS OLHOS VEEM…

 (Para Aonde Vão os Bebês Quando Dormem)

 

Quem explica um Grande Amor?

            O que se sente…

            Algo que desce no coração.

            Como uma suave brisa na noite…

            Um orvalho secreto.

           

Quem canta a música das esferas?

            Que só se escuta com o coração…

            Algo que vêm das estrelas.

            Como o ensinamento dos sábios espirituais…

            Chamando para o despertar da consciência.

 

            Quem escuta o vento do espírito soprando na noite?

            Que não é em cemitério algum!

            Algo que sussurra o Eterno…

            Como um sol brilhando dentro do coração.

            E que diz: “O Todo está em tudo!”

 

            Quem sabe aonde vão os bebês quando dormem?

            Com certeza, viajam espiritualmente para além da abóboda celeste…

            Para brincar com os Seres de Luz.

            Sim, eles vão voar por entre as estrelas…

            Lá em cima, de onde vieram.

 

            Quem sabe dos segredos do Grande Espírito?

            Que só se revelam no coração de quem ama…

            Como uma Luz serena e imperecível.

            Algo que desce da Casa das Estrelas…

            E sussurra, em Espírito e Verdade, “que ninguém morre!”

 

            Quem olha como o Amor olha a vida?

            Com certeza, os que sentem algo mais…

            Algo que desce no coração.

            Como um orvalho secreto…

            E que diz: “vive, aprende, cresce, trabalha, ri, e ama.”

 

            P.S.:

            Quem ve o sol brilhando na noite?

            Ou uma estrela prânica** pairando sobre sua cabeça?

            Ou os bebês voando e brincando na Casa das Estrelas?

            Ou o Infinito Imanente beijando o seu coração?

            Ou os espíritos vivendo, algures…?

            Ah, quem pode compreender o que não pode ser descrito em palavras?

            O que se sente… E faz o seu lar virar Céu.

           

            (Dedicado a um Olhar Secreto e Sereno, que vela por todos os estudantes e trabalhadores espirituais, de todas as linhas baseadas na Luz.)

 

            – Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma, olhando por entre os planos e vendo os bebês brincando com os espíritos, algures…

            São Paulo, 12 de dezembro de 2013.

 

            – Notas:

            * Ananda – do sânscrito – bem-aventurança; êxtase espiritual.

            ** Estrela Prânica – do sânscrito, prana – a força vital; a energia – no contexto iogue é a estrela espiritual, manifestação do plano divino (ou seja, significa uma técnica iogue de concentração no olho espiritual. Consiste na visualização de uma estrela energética dentro de um círculo azul, que, por sua vez, está situado dentro de outro círculo amarelo dourado. Isso é visualizado no ponto energético entre as sobrancelhas – próximo ao ajna chacra, o chacra frontal).

Essa técnica foi ensinada por Krishna a Arjuna – e também é ensinada pelo sábio espiritual Vyasa.

A estrela prânica também pode ser visualizada em qualquer um dos chacras principais, com destaque para o chacra cardíaco.

(Para melhor compreensão sobre isso, sugiro ao leitor ver o texto “A Canção das Estrelas-Bebês”, no seguinte endereço específico do site do IPPB:http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=2322)

Facebooktwitter