• Brasil
Ramatis Livros Espíritas Universalistas

SAUDADE DAS ESTRELAS E DESASSÉDIOS ESPIRITUAIS

SAUDADE DAS ESTRELAS E DESASSÉDIOS ESPIRITUAIS

Facebooktwitter

(Reflexões para o estudante e trabalhador das coisas do espírito).

Sabe aqueles dias em que você é tomado por sensações de uma opressão oculta, insidiosa, inquietante, sem motivo aparente, que parece surgir dentro de seu próprio coração, de forma psíquica estranha e viscosa?

Pois esses são momentos de perigo real, onde as trevas do ego que circundam o coração se insinuam sorrateiramente, loucas para darem guarida às trevas insidiosas dos verdugos extrafísicos* que se apoiam nelas para a realização de suas tarefas de assédio oculto. É o concurso das trevas interiores que abre a guarda para a entrada das energias insidiosas que vêm dos perpetradores extrafísicos das obsessões espirituais.

Nasce dentro de cada um a conexão psíquica densa que faz a ligação espiritual com os verdugos ocultos que acicatam os corações imprudentes. Os pensamentos deletérios e as emoções torpes são alimento psíquico muito apreciado pelos agentes trevosos extrafísicos que, secretamente, estabelecem as ligações correspondentes com aquilo que encontram no íntimo de cada um.

Esse é momento de grande perigo, quando as trevas de dentro convidam as trevas de fora para uma comunhão oculta nas regiões invisíveis dos piores propósitos manifestados em suas energias.

Medite nisso.

* * *

Investigue a si mesmo, observe o que está em seu coração, perceba os motivos que o levam a sentir determinadas sensações estranhas, mergulhe em si mesmo e veja a causa real das trevas que circundam os seus potenciais divinos.

Observe a causa oculta da divisão que você sente em si mesmo.

Labore com inteligência e descubra os rastros trevosos deixados em seu coração.

E não titubeie ao descobri-los: combato-os tenazmente, até erradicá-los completamente.

Eliminando a causa interna do desequilíbrio, desaparecerá naturalmente a pressão externa dos agressores extrafísicos, pois estes não mais terão o acesso espiritual às trevas interiores, diluídas pela meditação serena e pela prece sincera, nascida do centro do coração que busca a Luz da paz íntima.

* * *

Urge que você assuma os seus caminhos e decisões.

Assuma a própria vida e os magnos objetivos da ascensão espiritual.

Tome posse do tesouro divino encerrado dentro de seu próprio Ser.

Você é imortal, pertence ao Cosmo, e nada poderá bloquear o seu progresso ao longo das várias existências seriadas nos orbes destinados a essa finalidade.

Você sente saudades das estrelas, mesmo sem saber. E todo ser humano é assim, mesmo que sequer saiba disso.

O grande sonho secreto da humanidade é o contato com os seres extraterrestres, os irmãos estelares que visitam o orbe terráqueo há muito tempo.

Na verdade, esses irmãos estão mais presentes do que se possa imaginar.

Contudo, operam em outras condições espirituais, aquém da percepção tosca dos sentidos carnais.

Por esse motivo, a melhor maneira de entrar em ressonância com eles é por meio da educação psíquica correta, alicerçada pelos estudos espirituais competentes e voltados ao aprimoramento consciencial profundo.

Motivados por propósitos justos e equilibrados, as suas próprias energias diluirão as turbações intrafísicas e extrafísicas, ampliando o raio de ação de sua aura** e de seus corpos sutis, o que levará a percepção correta da presença dos seres estelares em suas devidas proporções e condições reais.

Você sente saudades das estrelas… e elas, de você.

Pense nisso!

* * *

Para dissolver as conjunções perniciosas e combater as sensações insidiosas, pense no ensinamento do Amigo dos homens: “Orai e vigiai!”

O Cristo conhecia bem os mecanismos dos assédios extrafísicos, e parte de seu trabalho foi erradicar as energias pesadas de antigas consciências sediadas há milênios nos bastidores extrafísicos da humanidade, desde a época da Atlântida. Ele foi fundo nisso e quebrou as correntes que mantinham esses seres agrilhoados nos umbrais do mundo, libertando-os para novas tentames evolutivos em outros orbes.

Pense nisso: Ele desceu de coração aberto aos umbrais e arrebatou multidões de assediadores extrafísicos em sua ascese espiritual. E fez isso irradiando Amor incondicional, sem julgamentos de qualquer espécie, apenas exteriorizando a Luz amorosa serenamente.

Para ajudar em seu trabalho de desobstrução cármica e de desobsessão, medite nisso: o Espírito do Cristo abraçando o mundo em silêncio.

Ele abraça a você, os obsessores e os obsidiados, os sábios e os tolos, os crédulos e os céticos, e a todos, na Terra ou no Astral.

Pense nisso: o Darma*** do Cristo é o abraço que Ele dá em você, e em todos.

Você tem saudades das estrelas… e o Cristo, de você.

Medite nisso!

* * *

Quando a saudade apertar, não faça disso um drama. Pelo contrário, isso significa que parte de você ainda se lembra da verdadeira natureza estelar, além dos limites dos sentidos da carne.

Pense nisso: você é um cidadão do Cosmo, temporariamente hospedado na Terra para aprender algumas coisas necessárias ao seu crescimento e despertar consciencial.

Sua saudade é justa, mas não pode bloquear a sua necessidade de aprendizado terrestre. Por isso, não reclame, apenas trabalhe e aprenda o jogo da vida. Use a saudade como estímulo para melhorar. Faça o brilho das estrelas surgir em seus olhos e irradie a Luz para todos.

Para dissolver as energias insidiosas e suas companhias extrafísicas, faça apenas isso: visualize que os seus olhos são duas estrelas brilhando muito. De olhos abertos ou fechados, faça essas duas estrelas brilharem de amor, e ofereça o brilho a todos os seres incondicionalmente.

Você sente saudade das estrelas… e os seus amigos extrafísicos, de você!

* * *

Você é uma centelha divina revestida de corpo denso no presente momento.

Você é muito mais do que imagina. A mesma luz que deu origem ao Cosmo é a mesma que pulsa dentro de seu coração. O fogo estelar crepita dentro de você.

Você é irmão das estrelas. Por isso, uma parte sua quer tornar-se um bólido sideral e mergulhar na imensidão estelar, enquanto a outra parte precisa do aprendizado na Terra por um tempo. Mas você é um só! A divisão é aparente.

Portanto, traga o brilho estelar para a Terra e, quando você partir, na hora final determinada pelos mentores siderais, leve o aprendizado obtido para as estrelas. Aí, você descobrirá que, na Terra ou no Espaço, o importante é ser feliz, e viajar com brilho nos olhos é pura riqueza. É estado de consciência intransferível e mérito do esforço evolutivo apresentado com diligência e inteligência criativa.

Esse brilho consciencial foi chamado pelo Cristo como aquela “riqueza que a traça e o tempo não destrói”.

* * *

Você sente saudades das estrelas… e há outros mais que também sentem, espalhados por esse mundão de Deus. Talvez eles sintam saudades de você também, mas sem saber disso. Talvez sintam que outros mais estão viajando com corpos densos na mesma Nave Terra, enquanto seus espíritos clamam pela liberdade sideral tão almejada. Talvez eles chorem na calada da noite ao olharem para o espaço sideral coalhado de estrelas brilhando na abóbada celeste. Igual a você, eles sentem saudades… mesmo sem saber!

* * *

Algures, no Multiverso (físico ou extrafísico), naquelas “muitas moradas do Pai Celestial”, os irmãos extraterrestres e os irmãos extrafísicos também estão com saudades de você. Honre-os com uma vida digna.

Mesmo em meio a tantas dificuldades, persevere nos valores mais profundos de sua consciência. Mesmo em meio as suas deficiências, não deixe de trabalhar e estudar, buscando condições melhores. Mesmo em meio às pressões do viver e das pessoas, persevere! Com saudade ou não, pontifique corretamente no mundo!

E, então, uma voz sutil sussurrará secretamente um Grande Amor seu coração…

Essa é a Voz do Cristo, a Voz do Silêncio, a Voz do Espírito. E ela fala a todos os corações, incondicionalmente, e acaba com a dor da saudade.

 

P.S.:

Nem preciso dizer da assistência espiritual que está presente aqui comigo, inspirando e zelando para que algo criativo possa ser vertido espiritualmente no mundo.

Agradeço a Ramatís e ao Grupo dos Iniciados**** por todo o suporte e inspiração espiritual nesses escritos.

“Há uma luz que brilha mais  

Do que bilhões de sóis juntos.

É a essência da alma.

Essa é a luz que mora no coração.”

 

(Dedico esses escritos aos meus amigos Vitor Hugo França, Márcio Harada, Evaldo Ribeiro, Aurio Corrá, Marisa Oliveira, Leonardo Dolfini, Leandro Dolfini, Juan Donoso, Edmilson Federzoni, Ricardo Gafanhoto, Wladimir Jr., Luis Medeiros, Enki, Maísa Intelisano, Nair Cortijos, Luciana Peixoto, e à família Zenki).

– Wagner Borges – sujeito com qualidades e defeitos, 54 anos de “encadernação”, pai de duas filhas, espiritualista livre, que não é cristão nem segue nenhuma doutrina formada pelos homens da Terra, que, igual a muitos outros, também sente saudades das estrelas e sofre diversas pressões, mas que resiste e prossegue, sabendo que só o Grande Arquiteto Do Universo é que sabe o nível real de cada Ser, e só Ele é que poderá mensurar o valor daquilo que cada um pensa, sente e faz na existência.

– Notas:

* Verdugos Extrafísicos – obsessores espirituais; assediadores extrafísicos; espíritos perseguidores.

** Aura – do latim, aura – sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.

*** Darma – do sânscrito, dharma – dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o Bem comum.

**** Ramatís – Para mais informações sobre esse sábio mentor espiritual, basta acessar o seguinte link do site do IPPB:

http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6557&Itemid=269      

– Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.

Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *